terça-feira, 26 de agosto de 2008

Mensagens dos nossos queridos alunos








Querido Mestre
Mestre YôgaObrigada por nos trazer o Yôga Antigo e por nos levar até ele
Mestre do Coração
Obrigada por nos lembrar que amar é dar
Mestre de Sabedoria

Obrigada por nos ensinar que saber é partilhar
Mestre de Força
Obrigada por nos dizer que para chegar é preciso caminhar
Mestre da Vida

Obrigada por nos mostrar que viver é confiar
em nós, nos outros e na Vida
E receba de uma vez só flores que eu já lhe ofereci tantas vezes dentro do meu coração
.

Gabriela Reis, economista,
Caldas da Rainha, Abril 2008

10 comentários:

Teus alunos disse...

Uma flor de magnólia para ti:
Cor que acaricia teu olhar
Perfume que inunda teu ser
Toque que beija tuas mãos
Berço que anseia o fruto...
é uma flor,
nossa expressão de amor!

"Amor" que sabemos repartires com o nosso querido Mestre DeRose.

Teus alunos

Anónimo disse...

Mil asas de liberdade e amor para o Rafa!
Mark
Músico dos Tryangle

Henrique Fialho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

19/10/2007
Obrigado pela sua presença e pelas suas palavras!São um prazer e sinto q continuarão a ser!
Aprecio mt a sua sabedoria e a sua serenidade...!Tbm eu gostava de ser assim!

Aluna de Rio Maior

Anónimo disse...

Muito se diz, muito se faz, igualmente muito se aprende e muito se sente! Sentir aquilo q é a vida, sentir aquilo que nós somos, olhar para ti e sorrir, abraçar-te e conhecer-te...beijar-te e alcançar-te, dar-te a mão e amar-te!
Primeira aula, primeiro contacto com o yoga: Espectacular!! :)
Disse para mim mesma: " É isto que eu quero!!!"
Só tenho que agradecer a uma pessoa: a ti!!!
Beijinho
Rita

Maria José-Lourinhã disse...

Olá Rafael!Lá fui eu hoje experimentar o Kundalini Yoga e, não desrespeitando ninguém, vim de lá desiludida.A meio da aula questionei-me o q estava lá a fazer uma vez q, nem sabia onde e de q forma devia colocar as mãos.Mantras em Português não me soam nada bem...Também achei q havia completa ausencia de dinâmica de aula...(a culpa aqui é de quem ministra a prática).Decididamente não me senti nada bem a fazer uma prática em homenagem ao YOGI BHAJAN....até me senti pouco sincera porque não é esta pessoa a quem gosto de dedicar as minhas práticas...Resumindo, nem é preciso falar da lealdade do SwáSthya Yôga porque ela está inerente a quem pratica e sente-se bem a fazê-lo!!!!!Tudo isto para dizer também que o Rafael é o máximo e o nosso yôga também (nunca desrespeitando os restantes!!).Beijinhos,MJ

manuela soares disse...

A aula de ontem... Obrigada!
O yôga está em ti e nós sentimo-lo...!
A prática formal do yôga é a chave que nos permite abrir os recantos, encantos mais profundos do nosso ser... e a pouco e pouco todas as gavetinhas se abrem e flui a alegria, a amizade, o amor, a gratidão... sentimos o yôga em nós, esse estado de união connosco, com tudo e com todos... e apetece-nos trazê-lo para todos os momentos da vida! É então yôga, filosofia de vida!

Beijinho

Manuela Soares

Inês Costa-Rio Maior disse...

Para mim o yôga é doce,sensível,apaixonado...tem uma força para além dos limites!Experimentei e o q é certo é q já ñ imagino a minha vida sem ele!Já disse e volto a repetir as vezes q forem necessárias:vou continuar a praticar até ser velhinha,até o corpo me deixar.
Gostei,entranhou-se e agora já ñ sai!:)
Obrigado pelas palavras e pela força!
Obrigado por me ter encontrado!

Anónimo disse...

Apetece-me ler o carinho do seu olhar!Apetece-me interpretar a beleza da sua alma!Apetece-me conversar um pouco.Poderá ser?

Anónimo disse...

Nunca esqueça o quão importante é para nós!Por aquilo q nos deu.Por aquilo q compartilhou comnosco no yôga e em torno do yôga!Por aquilo q nos levou a viver e a descobrir!Nunca esqueça o quanto precisamos de si!Um abraço

Aluno de Rio Maior